Eventos

9 dicas para montar um planejamento de segurança em eventos

9-dicas-para-montar-um-planejamento-de-seguranca-em-eventos.jpeg
Escrito por Seguridade

O mercado de eventos no Brasil cresceu consideravelmente nos últimos anos e está cada vez mais competitivo. Garantir a excelência da realização do evento é imprescindível e, para isso, não podemos deixar de pensar na segurança do evento, tanto patrimonial quanto em relação à vida das pessoas.  

Na realização de um evento, independente da natureza, deve-se ter um planejamento de segurança desde o pré-evento para que todo o risco de incidentes seja minimizado e se,  ainda sim, vier a ocorrer,  ter um plano de evacuação e de controle do incidente é importante.

Mas como fazer um planejamento de segurança?

Um bom planejamento de segurança necessita de conhecimento técnico e pessoal com treinamento especializado. Portanto, talvez seja a hora de pensar em contratar uma empresa terceirizada com experiência e solidez no mercado para auxiliar nessa etapa.

Mas ainda assim, daremos dicas do que deve conter nesse planejamento e, dessa forma, mesmo que o serviço seja terceirizado, você terá condições de avaliar melhor as propostas e o projeto apresentados.

1.  Atente-se à escolha do local

O local deve levar em conta o número de convidados e o tipo de público. Esta escolha é extremamente importante para que as pessoas possam estar devidamente acomodadas no dia do evento, pois um lugar pequeno, superlotado, certamente representa graves riscos à segurança dos presentes. Sendo assim, é imprescindível respeitar a capacidade do espaço.

Vale ressaltar que também é importante verificar a questão da criminalidade nas redondezas, estacionamento, iluminação nas vias de acesso, infraestrutura, itens de segurança contra incêndio, documentação do local e histórico de ocorrências de assaltos.

2.  Faça análise e identificação de riscos

É necessário identificar os possíveis riscos como furto e roubo, vandalismo, riscos técnicos, incêndio, desmoronamento,  por exemplo. Nessa etapa, é necessário conseguir prever todos os desastres possíveis.

Uma análise e identificação de riscos bem feita pode ser otimizada por meio de testes realizados antes do evento, para que as hipóteses levantadas possam ser testadas na prática. Dessa forma, será possível fazer ajustes prévios, caso seja necessário.

3.  Obtenha todas as autorizações e licenças

Para cada tipo de evento, existem órgãos responsáveis que fiscalizam e emitem autorização para a sua realização. A falta de documentação pode causar multas e até o cancelamento do evento.

É preciso saber também que a ocorrência de acidentes sem as devidas autorizações pode gerar processos cívis e criminais, além da imagem negativa para a empresa.

4. Atente-se para o credenciamento dos funcionários

É necessário que todos os integrantes da equipe de trabalho sejam identificados e divididos por área de atuação (staff, imprensa, segurança).

Quanto ao uso do crachá ele deve ser colocado preferencialmente no pescoço, para facilitar a identificação, e também deve ser usado durante todo o evento.

Os funcionários do evento devem ter um uniforme padronizado que facilite o reconhecimento e a rápida identificação por todos os participantes, sejam convidados, ou organizadores. Embora esta observação possa parecer um mero detalhe, este aspecto contribui para o planejamento de segurança efetivo.

5.  Cuidado com falsificações da identificação do público

A segurança na venda e distribuição dos ingressos, bem como a identificação das pessoas que acessam o local do evento  é de grande importância. Por isso, a portaria do evento deve estar formada por profissionais habilitados capazes de reconhecer ingressos falsificados, o que diminui o risco de prejuízos para o  organizador.

Outra medida preventiva relacionada diretamente com o planejamento de segurança em eventos é a instalação de equipamentos como identificadores de metal e seguranças para controlar e proibir a entrada de armas brancas, como canivetes, facas e outros objetos cortantes que podem gerar confusões e acidentes sérios.

6.  Contrate uma empresa de segurança patrimonial

É recomendada a contratação de empresas de segurança patrimonial já que possuem pessoal qualificado para esse tipo de evento e estão acostumadas a lidar com o público e eventuais incidentes de forma profissional.

7.  Tenha a brigada de incêndio

Esses profissionais estão aptos a fazer evacuação, resgate e combate em casos de incêndio ou desastres. Além disso, também estarão aptos para verificar o estado de conservação dos extintores existentes no local, e até providenciar a substituição deles, caso seja necessário. Dessa maneira, esse tipo de contratação vale muito a pena já que normalmente a equipe da brigada de incêndio fará uma inspeção prévia no local do evento, para conhecer o espaço e montar um plano estratégico no caso de incidentes.

Sendo assim, os responsáveis pela organização do evento podem se sentir mais tranquilos e confiantes em relação ao planejamento de segurança.

8. Tenha um plano de contingência

O plano de contingência deve conter os procedimentos que serão adotados caso haja incidentes graves como tumulto, incêndios e desmoronamentos, por exemplo.

É fundamental que todos os funcionários integrantes do staff (recepcionistas, imprensa, equipe de limpeza, segurança) conheçam os procedimentos de emergência para que possam estar capacitados para orientar os convidados do evento, e também para a própria segurança de cada um deles.

9. Tenha um plano de abandono

Deve-se adotar rotas de saída de emergência, localização de extintores, equipe de brigadistas e todos os itens que incluem a evacuação do local, em caso de emergência.

A legislação exige um espaço mínimo para o local de evacuação, além de uma sinalização clara do local de saída. Assim, esses aspectos devem ser observados com muito rigor, para que possíveis embargos e/ou multas não venham a ocorrer.

Bônus –  Monte um checklist de verificação

O checklist faz parte de um bom planejamento de segurança e deve ser elaborado com objetivo de acompanhar as etapas de preparação e estruturação do esquema de segurança.

É por meio dessa lista que será possível checar se todos os procedimentos de segurança foram realizados dentro do cronograma estipulado previamente para que tudo ocorra conforme o esperado.

Um checklist realmente eficiente deve conter tanto as metas programadas, como os prazos para o seu cumprimento. Com a observação de todas as nossas dicas, com certeza, os aspectos mais relevantes da segurança de eventos estarão contemplados.

E então? Conseguimos te ajudar a entender a importância e os passos do planejamento de segurança?  Baixe o nosso e-book e saiba tudo sobre a terceirização de serviços, com foco no core business de sua empresa!

Sobre o autor

Seguridade

A Seguridade é uma empresa consolidada no mercado, atendendo toda a região Sul do país e o estado de São Paulo, nos tornamos referência nos segmentos de segurança privada, limpeza e conservação, jardinagem, bombeiros industriais, serviços de rh e outros serviços.

Deixar comentário.

Share This
Navegação