Processos de RH

Como usar a inteligência emocional no gerenciamento de equipe?

Escrito por Seguridade

O bom líder não deve perder contato com as correntes emocionais durante o gerenciamento de equipe, pois isso o ajudará a entender a influência de suas decisões e como trabalhar melhor o desenvolvimento de seus liderados.

A inteligência emocional é a capacidade de identificar, compreender e administrar emoções de maneira correta, facilitando o relacionamento com os outros e aproximando o alcance dos objetivos. 

Nas empresas, a inteligência emocional apresenta ideias interessantes para aplicar à gestão de grupos de trabalho, visando atingir os objetivos. Por isso, o líder diferenciado precisa entender e saber aplicar suas habilidades emocionais para extrair o melhor de todos.

Então, acompanhe este artigo e saiba como utilizar a inteligência emocional no gerenciamento de equipe. Boa leitura!

Tenha autoconhecimento

Inteligência emocional também é ter uma compreensão profunda sobre nossas emoções, forças, fraquezas, necessidades e impulsos. As pessoas com uma forte autoconsciência não são críticas ao extremo e nem têm expectativas irrealistas. Pelo contrário, são honestas consigo mesmas e com os outros.

Aqueles com alto grau de autoconhecimento sabem como seus sentimentos e capacidades afetam a si mesmos, às outras pessoas e o desempenho no trabalho. Então, um líder com essa inteligência, planeja seu tempo cuidadosamente e faz o seu trabalho de antemão, sendo sempre um exemplo e a ser seguido por seus comandados.

Seja motivador

Aqueles que têm o potencial de serem líderes são motivados por um desejo profundamente enraizado de alcançar o topo do sucesso. Por isso, em um trabalho de equipe, o verdadeiro líder consegue se destacar sendo um motivador nato para os outros membros.

Ou seja, se você ainda não consegue mexer com o brio ou a autoestima dos seus liderados, é preciso trabalhar melhor a inteligência emocional no fator motivação.

O gestor motivado e com autoconhecimento sempre busca aumentar o seu nível de desempenho. Essa gana, naturalmente, refletirá nos outros colaboradores, que se sentirão mais engajados a alcançar os objetivos coletivos e individuais.

Trabalhe com empatia

De todas as dimensões da inteligência emocional, a empatia é a mais fácil de reconhecer e que pode ajudar bastante no gerenciamento de equipe. Mas quando se trata de negócios, você raramente ouve pessoas sendo elogiadas ou recompensadas por sua empatia. 

A própria palavra “empatia” parece distante da vida dos negócios e fora do lugar entre as duras realidades do mercado. Mas a empatia não tem nada a ver com o sentimentalismo do estilo de “estou bem, você está bem”.

Para um líder, a empatia não significa adotar as emoções dos outros como suas e tentar agradar a todos. Isso seria um pesadelo e tornaria a ação impossível. Pelo contrário, para praticar a empatia, você considera os sentimentos e as capacidades dos funcionários, juntamente com outros fatores, no processo de tomada de decisões inteligentes.

Utilize habilidades sociais

Habilidades sociais não são tão simples quanto parecem. Não é apenas uma questão de ser amigável, embora as pessoas com altos níveis de habilidades sociais raramente o sejam. 

Na verdade, a habilidade social é a amizade com um propósito: levar as pessoas à direção desejada, seja um acordo para uma nova estratégia de marketing ou o entusiasmo por um novo produto.

Pessoas com habilidades sociais tendem a ter um amplo círculo de conhecidos e têm um jeito de despertar simpatia. Isso significa que eles trabalham de acordo com a suposição de que nada importante pode ser feito sozinho. 

Como gestor, trabalhar essa virtude significa fazer com que as equipes “comprem” o planejamento apresentado de forma natural e, ao mesmo, entusiasta. Uma prática excelente para otimizar a integração e a harmonia do grupo.

Em suma, utilizar a inteligência emocional no gerenciamento de equipe é uma das formas mais inteligentes de extrair o melhor das equipes de trabalho da sua empresa. Além disso, essa prática também ajuda a realizar suas próprias tarefas com mais motivação e assertividade.

Achou o artigo interessante? Curta a nossa página do Facebook e não perca nenhuma novidade.

Sobre o autor

Seguridade

A Seguridade é uma empresa consolidada no mercado, atendendo toda a região Sul do país e o estado de São Paulo, nos tornamos referência nos segmentos de segurança privada, limpeza e conservação, jardinagem, bombeiros industriais, serviços de rh e outros serviços.

Deixar comentário.

Share This