Processos de RH

Entenda de uma vez por todas o que é o RH Estratégico!

Escrito por Seguridade

RH Estratégico é um termo que já está em uso há algum tempo e, devido ao conceito relevante que incorpora, disseminou-se bastante no mundo empresarial. Essa nova vertente do Recursos Humanos faz mais sentido para a nossa geração, que enxerga cada departamento de uma empresa como um importante colaborador para o sucesso do negócio. Os gestores de RH precisam trabalhar em favor de um alinhamento entre os objetivos do seu setor e os objetivos da empresa como um todo. E, para isso, o RH Estratégico é a ferramenta mais adequada.

O que é RH Estratégico?

Como você já deve ter percebido, o RH Estratégico está associado com a noção de uma gestão integrada aos outros setores, participando do planejamento e das decisões que beneficiarão a empresa. Este é um passo grande para longe do RH tradicional, que apenas se adequava e executava o que a empresa precisava dele. Vamos entender melhor a situação com um exemplo.

No caso do RH tradicional, a contratação de um novo colaborador é realizada a pedido dos outros setores, para atender a uma parte do planejamento feito por estes setores para alavancar a empresa. Enquanto isso, no caso de um RH estratégico, o gestor e a equipe de RH participam do planejamento para alavancar a empresa, colaborando com sua expertise. Com isso, o RH aponta se é realmente necessária uma nova contratação, ou se há outras possibilidades que serão mais eficazes.

Por que o RH Estratégico é importante?

Houve um tempo em que o valor de uma empresa era determinado pelo seu patrimônio: escritórios e máquinas, por exemplo. Porém, agora o valor real de uma empresa é sua capacidade de inovação, e inovação vem dos colaboradores. Portanto, a importância do RH está relacionada principalmente a capacidade do setor de gerir pessoas. A responsabilidade por cuidar dos laços entre os colaboradores e a empresa cresceu.

É natural, neste cenário, que o trabalho do RH se torne mais planejado, direcionado na busca de atingir objetivos comuns da empresa. E, neste processo, o próprio RH também precisa fazer parte da tomada de decisões. Afinal, ele possui o conhecimento sobre o colaborador, o “ativo” mais importante da empresa.

Se dentro do nosso contexto atual, em que o colaborador é o centro das atividades da empresa, o RH se mantiver afastado, passivo e obediente, é possível que uma miopia dos outros setores (produção, vendas, logística, financeiro) em enxergar o colaborador acabe resultando em más decisões a médio e longo prazo.

Como o RH Estratégico pode colaborar com a empresa?

Já explicamos que o RH Estratégico participa ativamente da tomada de decisões da empresa como um todo, e que também direciona seu trabalho conscientemente de acordo com os objetivos coletivos. Dentro desta realidade, ele possui duas principais tarefas.

A primeira delas é buscar o desenvolvimento dos colaboradores. Embora cada equipe tenha seu gestor direto, o RH assume a frente e oferece, para todos da empresa, um ambiente mais dinâmico, formas de trabalho mais desafiadoras, oportunidades de capacitação. O RH estratégico está atento ao desempenho e potencial de cada um, e sabe aproveitá-los da melhor maneira para atender às necessidades da empresa. Também sabe garantir a satisfação do colaborador enquanto “cliente interno”, o objetivo é manter o profissional motivado e, assim, reter talentos.

A segunda tarefa é a contratação de novos colaboradores, quando a equipe atual não puder atender alguma demanda específica. Neste processo, o RH estratégico consegue identificar o perfil necessário para suprir a tal demanda, desenvolvendo um processo seletivo que seja bem-sucedido em trazer alguém com este perfil para a equipe.

Entretanto, o aspecto mais importante desta tarefa é que o RH estratégico não contrata ninguém pensando nas necessidades de curto prazo. Em vez disso, está preocupado com o desenvolvimento do cargo e do novo contratado em longo prazo, garantindo que exista real compatibilidade para que o colaborador possa desenvolver uma carreira dentro da empresa.

Perceba que, para o RH estratégico, atividades burocráticas ainda são parte da sua rotina — porém, não são o foco de seu trabalho. Ele tem muito mais para colaborar na gestão da empresa do que, simplesmente, com o controle do ponto eletrônico.

Qual o maior desafio da implementação de um RH Estratégico?

O maior desafio é, com certeza, o próprio gestor de RH. Na maioria dos casos, embora esteja familiarizado com o significado do termo “RH estratégico”, ele não está habituado a praticar essa ideia. Não tem, portanto, o preparo necessário para olhar para o planejamento da empresa e identificar como seu setor pode colaborar para acelerar os resultados, ou apontar mudanças necessárias que levem em conta fatores de Recursos Humanos. Muitos gestores de RH precisam voltar ao básico e buscar um treinamento mais amplo em gestão de empresas.

Também é essencial, que a própria empresa dê abertura para a participação do RH em suas atividades de âmbito mais amplo. Enquanto o gestor deste setor não for considerado participante permanente das reuniões de planejamento estratégico, esta área da empresa permanecerá apenas como um acessório para as atividades do restante da organização.

Quais são os riscos desta implementação?

O principal risco é que o RH Estratégico seja mal compreendido pelo próprio setor de RH. Então, pode haver uma tentativa de realizar ações extravagantes, mas que não estão realmente alinhadas com os objetivos da empresa. É preciso entender que o RH estratégico não busca transformar a empresa em um parque de diversões para os funcionários. Todas as ações, portanto, devem gerar um benefício real em termos de produtividade ou de outra métrica relevante.

É claro que, muitas vezes, este caminho passa obrigatoriamente pela satisfação do colaborador: quanto mais feliz, mais produtivo. Porém, se a ação gera somente satisfação ao colaborador e não se reflete em nada positivo para a empresa, o RH deixou de ser estratégico.

E na sua empresa, o RH Estratégico já está sendo implementado? Conte para nós como isso está sendo feito, deixando um comentário neste post. E, se ainda não estiver sendo implementado, busque disseminar e defender essa ideia. Todos têm a ganhar: a empresa, os colaboradores e a própria equipe de RH.

 

Sobre o autor

Seguridade

A Seguridade é uma empresa consolidada no mercado, atendendo toda a região Sul do país e o estado de São Paulo, nos tornamos referência nos segmentos de segurança privada, limpeza e conservação, jardinagem, bombeiros industriais, serviços de rh e outros serviços.

Deixar comentário.

Share This