Segurança e Limpeza

Segurança em escolas particulares: 5 pontos para não ignorar

Avatar
Escrito por Seguridade

O ambiente escolar no Brasil virou palco de inúmeras tragédias nos últimos anos e os pais passaram a se preocupar com um fator que, até então, esteve um tanto negligenciado: a segurança em escolas particulares. Afinal, com o aumento da violência e da criminalidade, nunca foi tão importante a escolha de onde matricular os seus filhos.

A segurança, então, tornou-se um elemento-chave para uma escola conquistar novos clientes e, também, para garantir um desenvolvimento saudável aos seus alunos. Ou seja, é tão importante quanto a qualidade do ensino, investimento em tecnologias e socialização.

Pensado em tudo isso, criamos este post para sinalizar 5 pontos sobre segurança que a sua escola não pode ignorar. Acompanhe!

1. O que é a responsabilidade civil das escolas

A responsabilidade civil pode ser compreendida como a obrigação de reparar o dano que uma pessoa causa a outra. Sendo assim, as instituições de ensino particulares são responsáveis pelas consequências que suas atividades podem provocar em pais e alunos.

Em outras palavras, a escola particular passa a assumir responsabilidades civis ao exercer a prestação de serviços educacionais, e deve disponibilizar uma estrutura com condições para favorecer o desenvolvimento intelectual e o aprendizado de seus alunos.

Para um entendimento maior sobre a gravidade desse assunto, é preciso lembrar que o artigo 14 do Código de Defesa do Consumidor diz que o fornecedor é responsável por sanar os possíveis danos causados aos consumidores por defeitos inerentes à prestação de serviços, independentemente da existência de culpa.

Sendo assim, tendo em vista a relação de consumo entre uma escola particular e seus alunos, fica comprovada a responsabilidade objetiva que a instituição possui diante das famílias que atende.

Nesse contexto, é fundamental que a gestão zele pela segurança e integridade física, psicológica e emocional de seus educandos. Mais do que isso, assegurar a vigilância e a preservação dos alunos são deveres da escola particular.

2. Qual a necessidade de reforçar a segurança

O estudo Global Peace Index, conduzida pelo Instituto para Economia e Paz, investigou 163 países em 2017 para avaliar o quão pacífico o planeta está. Surpreendentemente, apesar das turbulências que dominam os noticiários nos últimos tempos, a pesquisa apontou que o mundo se tornou levemente mais seguro, se comparado com os resultados de 2016.

Contudo, o Brasil anda na contramão dessa totalidade. O nosso país caiu três posições de um ano para o outro, ocupando a posição 108ª no ranking de países mais pacíficos. Ele fica atrás de países historicamente violentos, como Haiti, Honduras, Angola e Libéria.

Com base nesse estudo, é possível ter uma ideia de que a violência no Brasil é um assunto sério, visto que esse índice cresce absurdamente por aqui todos os anos.

Além disso, a violência é capaz de impactar a vida das pessoas, independentemente de sua classe social, todos os dias. Portanto, não é estranho que essa questão se estenda ao momento dos pais escolherem em qual escola inscrever seus filhos. Afinal, não são todas as instituições que possuem os critérios necessários para garantir a segurança de quem eles mais amam.

Posto isto, além de responsabilidade civil da escola particular com seus clientes, a segurança é um fator determinante na hora dos responsáveis optarem por onde matricular as suas crianças.

3. Quais as vantagens em contratar serviços de segurança em escolas particulares

Agora você já sabe que reforçar a segurança da sua escola é fundamental para manter alunos, conquistar novos clientes e, consequentemente, maximizar os ganhos do empreendimento educacional.

Já está claro que a segurança em escolas particulares pode ser um grande diferencial, mas por onde começar? A nossa sugestão é a terceirização do serviço de segurança privada, pois se trata de uma medida adequada para que a sua instituição se certifique da integridade dos alunos e de suas atividades.

Confira algumas vantagens da contratação de serviços de segurança terceirizados em escolas particulares:

  • mão de obra capacitada, pois a sua escola contará com profissionais que possuem o know-how necessário para suprir as demandas de qualquer situação;

  • efetividade de ações, pois haverá controle da entrada de pessoas na instituição para evitar assaltos, furtos ou demais ocasiões que possam demonstrar ameaça;

  • diminuição de gastos, pois, com a terceirização, a escola particular não terá preocupações com seleção, contratação e treinamento de profissionais — isso tudo será obrigação da empresa fornecedora;

  • melhoria na entrega de serviços, pois o corpo docente e demais funcionários se sentirão seguros e isso influenciará positivamente na qualidade do trabalho.

4. Como contratar uma empresa confiável para fazer a segurança em escolas particulares

Você já deve estar se perguntando como fazer para contratar uma empresa confiável para prestar esse serviço tão importante para sua escola, alunos, pais e comunidade. O melhor de tudo é que o processo não é nada complicado. Veja algumas dicas abaixo que ajudarão na escolha:

  • conheça as necessidades internas da sua escola particular, pois, só assim, conseguirá distinguir qual proposta de fornecedor melhor se alinha aos interesses do empreendimento;

  • planeje e calcule custos para que a terceirização do serviço não comprometa a saúde financeira da sua escola particular;

  • pesquise bastante antes de assinar qualquer contrato, verifique se a empresa terceirizada atende às normas estabelecidas pela Polícia Federal e busque referências sobre ela no mercado;

  • saiba quais são os seus direitos e deveres nessa relação para evitar futuras penalizações jurídicas;

  • avalie propostas e compare orçamentos, pois, só dessa forma você terá certeza de que a empresa tem as condições de atender ao contrato firmado da maneira almejada.

5. Quais iniciativas promover para fortalecer a segurança no ambiente escolar

O serviço de um profissional não pode ser substituído, porém, com algumas pequenas atitudes você já pode fortalecer a segurança dentro e fora da sua escola. Adotando iniciativas como as que citaremos a seguir, a sua instituição não só promoverá mais tranquilidade ao ambiente, como também se destacará na comunidade e agregará valor ao negócio. Descubra:

  • realizar palestras para alunos e para pais sobre segurança e ensiná-los a como se comportar em situações de risco;

  • investir em câmeras e programas de monitoramento para a segurança dentro e fora do prédio da escola;

  • solicitar formalmente o auxílio da ronda escolar para a Polícia Militar e para a Guarda Civil;

  • formalizar um pedido por postes de luz ao setor público responsável pelas obras do município, em casos de ruas escuras;

  • permitir que os pais esperem os filhos dentro do prédio da escola na entrada e saída das aulas, caso não haja um estacionamento interno e seguro para que eles aguardem;

  • liberar alunos na saída apenas para aqueles que possuem o nome na lista de pessoas autorizadas.

Esses são alguns exemplos de pequenas iniciativas de segurança em escolas particulares que podem surtir um efeito muito positivo nos alunos, pais, colaboradores e demais partes interessadas na instituição. Todavia, vale ressaltar que nada disso substitui o serviço de um profissional de segurança privada especializado em lidar com situações diferenciadas.

Gostou deste conteúdo e quer receber aviso dos próximos? Assine a nossa newsletter e não perca nada!

Sobre o autor

Avatar

Seguridade

A Seguridade é uma empresa consolidada no mercado, atendendo toda a região Sul do país e o estado de São Paulo, nos tornamos referência nos segmentos de segurança privada, limpeza e conservação, jardinagem, bombeiros industriais, serviços de rh e outros serviços.

Deixar comentário.

Share This