Segurança e Limpeza

Veja como treinar a equipe de conservação e limpeza

veja-como-treinar-a-equipe-de-conservacao-e-limpeza.jpeg
Escrito por Seguridade

Diante de mercados cada vez mais exigentes, o treinamento da equipe de conservação e limpeza se torna fundamental. Afinal, essa capacitação oferece informações valiosas para a otimização e execução do trabalho, proporcionando mais eficiência e agilidade na execução das tarefas.

Para isso, o treinamento deve começar na contratação. É importante buscar perfis profissionais que demonstrem certas características, como facilidade de relacionamento interpessoal, agilidade, vontade de aprender e disposição para se adaptar a mudanças.

Assim, o treinamento é um investimento, capaz de trazer retorno na qualidade dos serviços prestados. Tendo consciência disso, é importante ter um planejamento que direcione corretamente os trabalhos de capacitação.

Diante disso, neste post veremos 12 dicas sobre o treinamento da equipe de conservação e limpeza. Continue lendo e confira!

Como treinar sua equipe de conservação e limpeza

Como já dissemos, os treinamentos são necessários para que exista uma boa interação entre a equipe e um aperfeiçoamento da performance profissional de cada colaborador. 

Afinal, a equipe de conservação e limpeza é responsável pelo contato direto com vários tipos de público, e precisa prestar um serviço de acordo com as diretrizes da conservadora.

Para uma melhor performance do investimento, esse treinamento precisa ser adequado às necessidades das áreas de atuação dos funcionários. Nesse sentido, um bom treinamento visa, principalmente:

  • oferecer o conhecimento da correta utilização dos equipamentos;
  • economizar produtos;
  • melhorar o relacionamento interpessoal entre os funcionários de conservação e limpeza e os públicos com os quais eles se relacionam;
  • garantir mais eficiência na gestão do tempo, otimizando os processos e evitando horas ociosas.

Assim, os serviços prestados serão executados com excelência, e de acordo com as necessidades do contratante dos serviços. Então, vejamos agora as principais dicas para planejar e executar um bom treinamento!

1. Faça um levantamento das necessidades de capacitação

Acompanhe os profissionais de conservação e limpeza em suas tarefas diárias para identificar pontos de melhoria. Então, avalie quais processos precisam ser aperfeiçoados.

A partir desse levantamento, é possível reunir informações e soluções para serem apresentadas no treinamento da equipe de conservação e limpeza.

2. Faça o acompanhamento da execução dos trabalhos

Também é importante fazer um acompanhamento constante da equipe após o treinamento, avaliando questões e detalhes que podem ser corrigidos ou aperfeiçoados para melhorar a eficiência da equipe. 

E esse passo é fundamental, pois, acompanhando as atividades práticas, é possível ter uma melhor lucidez dos pontos que precisam ser alinhados. Mesmo após o treinamento.

3. Promova a motivação da equipe

É preciso investir em ações que promovam a motivação e envolvimento da equipe. Afinal, a relação entre empregador e funcionário é muito importante e deve ser cultivada com zelo. 

Quando falamos dessa relação, a primeira questão que nos vem à mente são os aumentos de salários — que são fundamentais, mas não são a única forma de motivar. Premiações e uma boa conversa de feedback também são excelentes formas de motivar a equipe.

4. Trabalhe a autoestima

Em sua maioria, os funcionários de conservação e limpeza costumam exibir uma autoestima baixa. Por isso, procure trabalhar dinâmicas que lhes possibilitem um despertar para atitudes positivas diante dos desafios diários.

Sempre que possível, diga que o trabalho deles é muito importante para a organização para a qual trabalham, independentemente do segmento. Seja um condomínio residencial, comercial ou outro tipo de estabelecimento. 

E aposte na empatia para conquistar a confiança desses profissionais. Assim, é possível ajudá-los efetivamente a fazer um trabalho melhor.

5. Aproveite o conhecimento dos líderes naturais

Toda equipe possui líderes naturais. Trata-se de pessoas que não possuem oficialmente uma ocupação de liderança, mas que exercem influência sobre a equipe. 

Então, identifique essas pessoas e peça que elas compartilhem seu conhecimento com os demais membros. Essa é uma forma de alinhar o conhecimento da equipe e ajuda no desenvolvimento de atitudes proativas.

6. Dê exemplos práticos

Use uma linguagem clara, simples, objetiva e direta. Além disso, não fique restrito a teorias, e vá a campo para mostrar como as atividades podem acontecer seguindo os objetivos do treinamento.

7. Estabeleça métricas e metas

Ao elaborar o treinamento para a equipe de conservação e limpeza, tenha metas e métricas claras para a condução dos trabalhos. Direcione as atividades para uma gestão direcionada à produtividade, com prazos e direcionamentos específicos para cada membro da equipe.

8. Ouça a equipe

Evite cair no erro de levar soluções prontas para a equipe e tentar fazer com que eles sigam a qualquer custo. De fato, metas e objetivos são importantes — mas é preciso também ouvir a realidade de trabalho da própria equipe para fazer os diagnósticos e propor as melhorias certas.

9. Conte com a ajuda de fornecedores

Fornecedores de equipamentos e materiais de limpeza possuem treinamentos práticos e informações valiosas para o melhor rendimento dos seus produtos. Então, estabeleça com eles uma parceria. 

Assim, além de capacitar a sua equipe de conservação e limpeza, você ainda economiza. Afinal, como é do interesse desses fornecedores, o treinamento será custeado por eles.

10. Faça intercâmbio entre as empresas

Leve a equipe para ver como outras empresas já trabalham as soluções que estão sendo propostas. Assim, eles poderão visualizar que é possível trabalhar de forma mais eficiente.

11. Reforce a necessidade de se trabalhar com segurança

Inclua no treinamento da equipe de conservação e limpeza a necessidade de eles trabalharem com todos os Equipamentos de Segurança Individual (EPI). 

E conte com a ajuda de um profissional especializado em segurança do trabalho para ajudar a identificar os pontos críticos e orientar as melhores formas de utilização por parte dos colaboradores.

12. Dê feedbacks constantes

Por fim, uma equipe bem capacitada oferece resultados satisfatórios e resulta em profissionais mais responsáveis pela prestação dos serviços. 

É fundamental, por isso, conversar com a equipe e com seus integrantes individualmente, para identificar necessidades e, após o treinamento, dar continuidade a tudo o que foi ensinado.

Enfim, como vimos, o aumento da produtividade e da qualidade dos serviços de conservação e limpeza dependem de diversas práticas relacionadas à boa gestão da equipe e da estrutura de trabalho disponibilizado pela empresa. 

E aí, gostou do post? Nossas dicas foram úteis para você? Agora, que tal aprender a fazer um bom acompanhamento das equipes para a conquista de um desempenho extraordinário? Baixe nosso e-book gratuito e saiba tudo sobre o assunto!

Sobre o autor

Seguridade

A Seguridade é uma empresa consolidada no mercado, atendendo toda a região Sul do país e o estado de São Paulo, nos tornamos referência nos segmentos de segurança privada, limpeza e conservação, jardinagem, bombeiros industriais, serviços de rh e outros serviços.

Deixar comentário.

Share This