Segurança e Limpeza

Entenda a importância da limpeza no ambiente hospitalar

Escrito por Seguridade

Contar com uma boa limpeza no ambiente hospitalar é fundamental para garantir a saúde do público interno, externo e misto. Isso porque ela é a melhor medida de prevenção de graves infecções.

Os vírus e bactérias ficam no ambiente, assim, a limpeza correta e a desinfecção são as únicas maneiras para evitar a infecção cruzada. Somente assim o local se torna sadio e garante a qualidade dos trabalhos da equipe médica, além de promover o bem-estar dos pacientes e também dos seus familiares.

Vamos aprender mais sobre a importância da limpeza no ambiente hospitalar? Acompanhe o nosso post completo!

Mantém um ambiente livre de bactérias e infecções

Conforme citamos no início deste texto, é fundamental manter uma boa higiene do local para ter um ambiente livre de bactérias e outras infecções. Elas prejudicam a saúde dos pacientes, os seus familiares, equipe de trabalho e fornecedores.

Sendo assim, cada ambiente e material precisa ser limpo de acordo com as suas necessidades específicas. Afinal, cada tipo de superfície precisa de uma quantidade de produto e de materiais diferentes para concluir uma limpeza completa e eficaz.

Além disso, a varredura e a espanação são proibidas, porque quando realizamos esse procedimento, a poeira se espalha no ar e o local não fica bem higienizado.

Vale lembrar que é de total responsabilidade do hospital proporcionar um ambiente limpo e organizado, que promova a melhoria da qualidade de vida para os seus pacientes.

Para isso, a higienização completa precisa ser dividida em três passos principais. Vamos conferir quais são eles?

Limpeza

Nessa etapa, todos os resíduos e sujeiras são removidas do ambiente. Cada superfície requer um procedimento diferente e contar com a ajuda da tecnologia (como é o caso dos equipamentos de limpeza a vapor) garantem a total esterilização e desinfecção.

Desinfecção

O segundo passo é a desinfecção. Nessa etapa, destroem-se os agentes infecciosos que estão em estado vegetativo e que podem causar problemas na saúde dos pacientes. Para isso, são utilizados desinfetantes, hipoclorito de sódio, compostos fenólicos, iodo e outros produtos químicos que ajudam a tornar o ambiente limpo e desinfetado.

Esterilização

O último passo é a esterilização. Nessa etapa, utilizam-se agentes químicos e físicos para destruir os microrganismos. Também podemos contar com o apoio da tecnologia e utilizar equipamentos de vapor saturado sob pressão.

Promove o descarte correto do lixo

O descarte correto do lixo promove a limpeza no ambiente hospitalar porque evita a reutilização inadequada e a proliferação da contaminação por meio de bactérias e vírus — o lixo ou resíduo hospitalar é todo o material descartado após o atendimento do paciente.

Esses materiais apresentam grande risco à saúde das pessoas (por exemplo: materiais biológicos contaminados com sangue), por isso, é fundamental promover o seu descarte correto.

Dessa maneira, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) normatiza as regras sobre o descarte adequado desses materiais. Elas devem ser seguidas tanto por hospitais quanto por clínicas, consultórios médicos, laboratórios e demais estabelecimentos de saúde. Veja quais são os tipos de lixo hospitalar:

  • grupo A (potencialmente infectantes);
  • grupo B (químicos);
  • grupo C (rejeitos radioativos);
  • grupo D (resíduos comuns);
  • Grupo E (perfurocortantes).

Contribui com um ambiente limpo e organizado

Ao investir na limpeza correta do ambiente hospitalar você contribui para o bem-estar do paciente, e ainda melhora o local de trabalho para os médicos e para toda a equipe do hospital.

Considerando que o hospital é o responsável por promover a garantir da qualidade de vida para os pacientes, é fundamental que a instituição siga todos os procedimentos corretos com relação à limpeza e descarte de materiais. Além disso, é essencial manter os instrumentos de trabalho bem armazenados e criar uma rotina de higienização — com profissionais qualificados para essa função.

Todos os colaboradores do hospital, por mais que tenham conhecimento sobre isso, precisam de treinamentos de atualização, para reforçar sobre a importância de manter e promover os hábitos de higiene. Uma medida para fortalecer esse aprendizado é inserir cartazes informativos nos murais de comunicação interna e externa.

São muitos os desafios da limpeza hospitalar. Por isso, os hospitais precisam contar com o apoio de um Procedimento Operacional Padrão (POP), pois esse documento orienta sobre o passo a passo para a realização de cada atividade.

Garante a segurança dos pacientes e equipe interna

Muitas vezes, somente a água não limpa de forma correta e suficiente: para remover a sujeira, é preciso adicionar algumas substâncias (sabão, detergente e outros produtos) para higienizar totalmente o local.

Em ambientes como paredes, janelas, tetos e janelas não há muito risco de transmissão e infeção, por isso, a limpeza não precisa ser diária. Contudo, os locais como piso, mobiliário e equipamentos precisam de uma higienização diária e pesada.

O objetivo é manter a ordem e proporcionar a todos mais limpeza no ambiente, favorecendo o trabalho da equipe médica. Já imaginou um paciente estar melhorando de uma doença grave, pegar um vírus e o seu quadro de saúde piorar? Isso acontece muito nos ambientes que não são bem higienizados.

Vale ressaltar que a equipe de limpeza precisa utilizar corretamente os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para evitar o contato direto com os vírus e bactérias. Além disso, é fundamental que os colaboradores estajam com a carteira de vacinação em dia, além de dispor de uma boa saúde e manter os exames constantes — que são determinados pela legislação). Assim, a segurança no trabalho é garantida e os funcionários podem desenvolver as suas atividades sem riscos.

A limpeza no ambiente hospitalar é essencial para evitar a proliferação de vírus e bactérias (que podem agravar o quadro dos pacientes), e acabar prejudicando a todos os que estiverem em contato com o local, inclusive os familiares e visitantes. Por isso, ela exige cuidados específicos, que podem ser realizados por empresas especializadas, para manter o padrão com excelência.

Neste post, você aprendeu sobre a importância da limpeza no ambiente hospitalar. Quer encontrar a melhor solução para promover uma boa higienização no seu consultório, hospital, clínica ou outra instituição de saúde? Então, entre em contato conosco!

Sobre o autor

Seguridade

A Seguridade é uma empresa consolidada no mercado, atendendo toda a região Sul do país e o estado de São Paulo, nos tornamos referência nos segmentos de segurança privada, limpeza e conservação, jardinagem, bombeiros industriais, serviços de rh e outros serviços.

Deixar comentário.

Share This