Sem Categoria

Sistema S: entenda o que é e quais são as áreas presentes

Escrito por Seguridade

As ações ligadas à capacitação da mão de obra brasileira são bem-vindas para que o país possa se desenvolver, principalmente, diante da necessidade crescente que surgiu na década de 40 — quando foi criado o sistema S.

Elemento importante para vários setores econômicos, ele é constituído por diversas instituições que recebem bilhões de reais ao ano.

Envolvendo milhões de brasileiros, é uma questão destacável para a economia. Por isso, continue lendo este post e veja do que se trata e como surgiu o sistema S.

O que é e como foi criado o sistema S?

O sistema S é composto por uma série de instituições e representa um conjunto de organizações e entidades voltadas para questões profissionais diversas. De uma forma geral, elas servem de apoio para a indústria, para o varejo e para os próprios trabalhadores, em diferentes ramos.

O sistema é mantido mediante a contribuição compulsória das empresas, com alíquotas variadas. Em geral, as taxas variam de 0,2 a 2,5%, dependendo do tipo de negócio e do regime de tributação escolhido. A alíquota incide sobre a folha de pagamento e, por isso, empreendimentos maiores pagam mais.

A sua criação aconteceu em 1942, durante a Era Vargas, quando o Brasil passava por uma reestruturação de sua mão de obra produtiva. Tinha o objetivo inicial de ajudar a capacitar a força de trabalho, de modo a melhorar o desempenho econômico do país.

Qual é a importância desse sistema para o mercado?

Teoricamente, o sistema S tem como objetivo principal ajudar e beneficiar os trabalhadores das diversas áreas do mercado. Por meio da realização de cursos, palestras e até atividades culturais, as instituições contribuem para que os colaboradores sejam mais capacitados e tenham melhor qualidade de vida, em diversos aspectos.

Na prática, qualquer pessoa pode se beneficiar do que é proporcionado pelas instituições. Anualmente, são milhões de matrículas e participações nas diversas atividades promovidas.

Para o mercado, uma das vantagens é que isso ajuda a aumentar a movimentação de pessoas e de recursos. Com mais gente qualificada, é mais fácil que as vagas sejam ocupadas, além de haver aumento da produtividade.

As empresas também saem ganhando, como os micro e pequenos negócios que são ajudados pelo SEBRAE. Com isso, há mais gente qualificada, engajada e com bons níveis de retenção, oferecendo bons resultados produtivos nos diversos setores.

Mas não se pode ignorar que a contribuição compulsória onera as empresas contribuintes. Com isso, podem ocorrer impactos na competitividade que devem ser considerados.

Quais são as instituições que fazem parte dele?

Ao total, são 9 as que compõem o sistema S e cada uma tem uma área de atuação. Conhecê-las é uma forma de entender melhor o impacto de cada uma no mercado e são elas:

SESI

É da área da indústria e oferece áreas de lazer para trabalhadores e associados, com opções culturais e de saúde.

SENAI

Também da área industrial, é focado em oferecer cursos de capacitação, especialização ou reciclagem e assessoria especializada.

SESC

Voltada para o comércio, a instituição oferece opções de cultura, esporte e lazer.

SENAC

Também relacionada ao varejo, essa opção é voltada para a capacitação por meio de cursos variados.

SEBRAE

É relacionado às micro e pequenas empresas, bem como aos empreendedores individuais (MEI). Oferece conhecimento e assessoria para abertura, regularização e manutenção do negócio, além de cursos variados.

SESCOOP

Ligado à área de cooperativas, visa a aumentar a capacitação dos profissionais para lidar com esse modelo de atuação.

SEST

Tem a ver com a área de transportes, oferecendo recursos de lazer, cultura e esportes, como o SESI e o SESC.

SENAT

Assim como o SENAI e o SENAC, oferece cursos e possibilidades diversas de aprimoramento profissional.

SENAR

Diretamente envolvido com o setor do agronegócio, tem a ver com a capacitação de profissionais, sejam eles da área de mão de obra do campo ou gestores de negócios rurais.

O sistema S é ligado à indústria, ao comércio e a várias outras áreas da economia, trazendo capacitação e opções de entretenimento. Por isso, tem grande impacto no mercado, sendo consolidado como uma importante opção do Brasil.

Para ter acessos a outras informações e posts em sua caixa de entrada, assine nossa newsletter!

Sobre o autor

Seguridade

A Seguridade é uma empresa consolidada no mercado, atendendo toda a região Sul do país e o estado de São Paulo, nos tornamos referência nos segmentos de segurança privada, limpeza e conservação, jardinagem, bombeiros industriais, serviços de rh e outros serviços.

Deixar comentário.

Share This